Os 5 melhores hamburgers de Nova York

Aqui, somos fãs de um bom hamburger! Tem combinação melhor que pão, queijo e carne? Pra onde viajamos, tentamos experimentar o hamburger local.

Em Nova York, essa tarefa fica bem mais fácil e saborosa! Afinal, se tem uma coisa que americano sabe fazer é hamburger! E lá, daria pra comer um diferente por dia! Impressionante, como ingredientes basicamente iguais, resultam em sabores tão distintos e surpreendentes.

Cada blend de carne é unico, cada pão tem uma receita especial e cada molho seu segredo.

A gente separou apenas 5 opções e elas não estão na ordem de preferência, até porque, ainda não conseguimos decidir de qual a gente gosta mais. Seguiremos repetindo esses nas próximas visitas à NYC e, sem muito esforço, conhecendo novos lugares famosos pelos hamburgers.

Se você tiver alguma dica, conta pra gente aqui nos comentários!!

1. Shake Shack

Amo, amo, amo!! Parada obrigatória quando vamos pra NYC. Só de pensar já dá água na boca. O Shake Shack tem uma legião de fãs, não só entre os americanos, mas ao redor do mundo. O segredo? Acho que é uma combinação de fatores… O ambiente super cool e simples, o sistema eficiente (você pede, paga e o lanche vem super rápido), um cardápio enxuto e, claro, o principal: o sabor.

shakeshack1

Sabe quando tudo orna? Rsrs… A proporção do pão é certinha pro tamanho do hambúrguer, o pão parece um brioche e é beeem macio, o molho da casa é delicioso e a carne fresquinha e suculenta, 100% Angus Beef e segundo a rede, super natural, nada de hormônios ou antibióticos. shakeshack2

Pra acompanhar, a gente sempre pede a batata com molho de queijos, uma mistura de cheddar e American cheese.

O que eu acho muito legal é que existe a opção de pedir o lanche sem o pão. Ele vem embrulhadinho nas folhas de alface, ideal para quem, como eu, evita comer glúten. E você pode pedir todos os sanduíches com carne em dobro. O hamburger duplo custa cerca de US$8 e a batata frita com queijo US$4.

DSC00070
O sanduíche de trás é sem o pão. Vem embrulhado na alface!

A rede começou em 2001, com um carrinho de cachorro quente, na Madison Square Park, mas hoje o Shake Shack é gigante!!! São centenas de restaurantes espalhados por 31 Estados americanos e 14 países. Só na cidade de Nova York são mais de 15 endereços!! Detalhe: a loja número 1 está lá até hoje!

IMG_0550
O quiosque onde começou a rede gigantesca, na Madison Square Park.

2. Five Guys

Confesso que eu jamais entraria nessa lanchonete se não fosse pela insistência do Alê, que já conhecia a rede. Sei lá porque, mas eu tinha um certo preconceito com a cara do lugar e com aquele layout todo em vermelho e branco Rsrs. Só dar a primeira mordida pra mudar de ideia. Tanto que o Five Guys está aqui, com muito amor, nessa lista!

DSC00178
A fachada do Five Guys, na Times Square. Foto: Alexandre Suplicy
IMG_0191
Vamos combinar, esse logo não é dos mais atraentes, né? Mas se der de cara com ele, entre!!!

O Five Guys é cheio de particularidades e, talvez por isso, tenha ganhado tanta fama mesmo sem fazer publicidade. Então, vamos ao que interessa:

  • No Five Guys só existe um ponto da carne: bem passado.
  • A carne tem uma super qualidade e são usados apenas novilhos.
  • Eles não tem freezers, apenas refrigeradores. Por isso mesmo, se orgulham de ter produtos sempre frescos e nada congelado.
  • A rede não têm drive-throughs, tão comuns nos Estados Unidos, porque a marca se orgulha de ter hamburgers feitos à mão e no estilo “slow fast food”, aliás, esse termo é novo pra mim também.
  • Eles não fazem hamburgers de frango, só de carne bovina.
  • A opção vegetariana não é muito criativa: é o sanduíche normal, só que sem a carne…
  • É proibido ter timer na cozinha, porque, segundo eles, o bom chapeiro deve saber quando o hamburger está pronto!
  • As batatas são fritas em puro óleo de amendoim e, detalhe: são chacoalhadas 15 vezes enquanto estão mergulhadas no óleo!!
  • A lanchonete nasceu em 1986 e os donos são 5 irmãos.

IMG_0189DSC09058

Aliás, batatas fritas são irresistíveis e o único acompanhamento vendido ali. Eu sempre peço a “cajun style”. Você pode escolher até 15 “extras” para colocar no sanduíche, como: maionese, alface, picles, tomate, cebola, cebola grelhada, cogumelo, jalapeño, pimentão e diferentes molhos.

Todas as unidades tem sacos de amendoim para os clientes se servirem à vontade enquanto aguardam o lanche. O amendoim virou um símbolo deles por causa do óleo de fritar as batatas!

As sobremesas se restringem à milk shakes, mas pelo menos, há doze opções de sabores, até de bacon!!!  E você pode fazer um mix, se quiser! O mesmo acontece com os refrigerantes, que tem refil grátis e você se serve direto da máquina. São inúmeras e divertidas possibilidades!

IMG_0179
Aqui dá pra ter uma ideia do cardápio e dos preços.

Em todas as lojas, a cozinha fica assim exposta e separada do salão apenas por uma vitrine. O Five Guys ganhou diversos prêmios e foi eleito por anos consecutivos como o hamburger número 1 da America, por diversas publicações especializadas. Ah, e o ex-presidente Barack Obama é um fã declarado da hamburgueria!

DJI_20191001_152922_817
Alguns dos prêmios são exibidos nas paredes das lojas.

3. Corner Bistro

Um daqueles achados! O The Corner Bistro é um clássico da cidade. Hoje, até existem outras duas unidades, mas quando eu comi no Corner pela primeira vez, havia só o de Greenwich Village. O local mais parece um bar e ficou popular por ter cerveja boa e barata. Aliás, o mesmo se aplica aos sanduíches.

DSC08046
O lugar é um charme! Foto: Alexandre Suplicy

Poucas mesas e uma fila enorme. Mas nós, brasileiros, não desistimos nunca, não é? Consegui provar o tão aclamado hamburger. O Corner Bistro original pouco mudou desde sua inauguração, na década de 70. Paredes de tijolinho, o balcão de madeira e um ar de pub.DSC08619

DSC08625
O Bistro Burger

O cardápio se resume a um painel afixado na parede. A gente adora o Bistro Burger, que vem com American cheese e bacon crocante. Os hamburgers são gigantes!!! Tem cerca de 230g e chega a ser difícil de abocanhar rsrs.

Pelo fato da carne ser muito alta, o ponto acaba sempre pro mal passado.

Verdade seja dita: as batatinhas não têm nada de especial. São bem ao estilo MC Donald’s e sem muita graça. Da última vez, nem pedimos!

O ambiente é bem simples e sanduíches são servido em pratos descartáveis de papelão.

DSC00900
Foto: Alexandre Suplicy

Recentemente foi inaugurada uma nova unidade, em Hell’s Kitchen. Bem mais espaçosa e tranquila, porém não tão charmosa quanto o primeiro Corner Bistro.

DSC08627
O menu de cervejas do Corner Bistro

4. Bare Burger

Uma pegada natureba para os sanduíches que a gente adora! Tudo no Bare Burger é orgânico, desde a cebola, o queijo, até o ketchup e as carnes, que aliás são grass-fed, ou seja, de animais criados no pasto, sem antibióticos e sem hormônios. Os pães são artesanais e os molhos sem preservativos. O bacon deles é o mais natural possível, sem nitratos artificiais. Os queijos também são de vacas criadas livres no pasto.

couve_sandwich2Para os veganos, há diversas opções, como um hamburger feito de quinoa, chia e ervilha. Aliás, mais de um terço do menu é vegetariano e plant-based. Até os acompanhamentos são diferentes das lanchonetes convencionais… tem batata-doce frita e até couve-flor empanada.

A preocupação com a sustentabilidade vai além do cardápio: todas as unidades foram construídas com material reciclado.

AS14_02783

No dia que fomos conhecer, eu experimentei um sanduíche embrulhado na folha de couve e com recheio de falafel e hummus. Estava delicioso!! O hamburger do Ale era de carne mesmo e também estava muito bom, além da apresentação dos pratos ser linda!

São 9 unidades em Manhattan, 2 no Brooklyn e mais dezenas espalhadas pelos Estados Unidos.couve_sandwich

5. The Odeon

O local por si só já vale a visita. O Odeon é um ícone da gastronomia de Nova York. Está no mesmo endereço, em Tribeca, desde os início dos anos 80. O visual lembra o cenário art-deco, de um filme da década de 50. Neon vermelho na fachada, decoração retrô lá dentro. A cara de Nova York!! DSC08811

O restaurante fica aberto praticamente o dia todo e, apesar de ter um cardápio extenso, o hamburger fez fama e atrai gente do mundo todo. Na verdade, o Odeon ganhou notoriedade por causa dos artistas que o frequentavam, numa época em que Tribeca não era assim tão cool. Já imaginou sentar na mesma mesa ou balcão onde costumavam sentar Robert de Niro, Elizabeth Taylor, Basquiat, Andy Warhol e John Belushi?

 

Mas falando do hamburger… a carne é super suculenta e tem 230g, um blend de ombro e costela. O preço é salgado: 24 dólares no jantar e 23 no almoço. O sanduíche vem sem queijo, mas você pode adicionar gruyére, roquefort. cheddar ou queijo de cabra, por mais US$ 2 e com outros US$ 2, você adiciona bacon. Ah, as batatinhas são deliciosas!!DSC08820

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s